Competência geral da BNCC: Responsabilidade e cidadania

Existe um Google diferente para cada um?

Criado por: Rita Silva

Três em cada quatro brasileiros acessam a internet, segundo pesquisa realizada pela TIC Domicílios 2019. Esses acessos envolvem fornecimentos de dados, com os quais concordamos ao assinarmos Termos e Condições que raramente são lidos. Dessa forma, desconhecemos quais dados fornecemos e para que são utilizados.

Direitos e Deveres online

Criado por: andressa caprecci

Coautoria: Tatiana Garcia de Carvalho Luz

A motivação para elaboração da prática se deu a partir de uma demanda real de um grupo de alunos da 7º série da Escola Estadual Amélia Kerr Nogueira, no Jardim Horizonte Azul, São Paulo-SP. A partir de uma prática de violação dos Direitos Humanos ocorrida no grupo, nós elaboramos uma sequência de encontros visando discutir com a turma aspectos de cidadania digital. A aplicação da prática se deu no contexto de um estágio da Licenciatura em Educomunicação (ECA/USP) em parceria com o NEV – Núcleo de Estudos da Violência da USP. 

 

Um amigo de um amigo… ensinando direito à imagem

Criado por: Guilherme Klafke

Coautoria: Stephane Hilda Barbosa Lima, Tatiane Guimarães

O uso e o compartilhamento incorreto da imagem está na raiz de muitos problemas na Internet, como cyberbullying, superexposição e invasão da intimidade. Saber o que podem ou não fazer com a própria imagem é um passo importante para a convivência na rede e o uso responsável da tecnologia. Mas quais são hipóteses corretas e incorretas de uso da imagem? Quando alguém pode compartilhar uma foto comigo? No âmbito do Programa de Formação de Educadores em Direitos Humanos Digitais, conduzido pela FGV DIREITO SP e pelo NIC.br, sob coordenação de Kelli Angelini e Marina Feferbaum, aplicamos a atividade “Um amigo de um amigo…” em oficinas com docentes de escolas e em evento aberto ao público. A atividade é engajante e estimula o debate entre os participantes.

Workshop Design Thinking e Ética Digital: cocriando e aprendendo juntos

Criado por: Debora Sebriam

A sociedade digital e os avanços tecnológicos dos últimos anos impõem novos desafios às escolas e às famílias no que diz respeito a Ética e a Cidadania Digital. Situações como cyberbullying, racismo, preconceito, perseguição, violência, chantagem, exposição não autorizada não são estranhas à maioria das crianças e adolescentes que estão online, segundo as pesquisas mais importantes realizadas no país.

 

No colégio, acreditamos que é preciso trabalharmos juntos para uma internet mais positiva e segura. Para isso, organizamos um workshop para levantar desafios e prototipar caminhos para cidadania digital. Afinal, um projeto pensado pela escola, famílias e alunos tem muito mais força, não é mesmo?

Internet Segura: cocriando atitudes e ações com crianças

Criado por: Debora Sebriam

Coautoria: Cátia Hashimoto

A evolução da tecnologia proporcionou múltiplos espaços de aprendizagem. A nossa relação com o conhecimento, o lazer, as relações humanas e com o ócio foi amplificada e diversificada em virtude dos meios digitais.

Uma questão atual e complexa diz respeito a segurança e a privacidade na internet de crianças e adolescentes. Em tempos de redes sociais digitais, o comportamento e as noções de intimidade mudaram em todas as faixas etárias. O que antes era reservado para espaços, momentos e pessoas específicas, agora é escancarado para todos, conhecidos e desconhecidos.

Neste contexto, nosso desafio foi cocriar com as crianças de 4º e 5º anos do ensino fundamental meios para navegarem com segurança na internet usando a abordagem do design thinking.

Conteúdos abertos X conteúdos gratuitos

Criado por: Priscila Gonsales

Estudantes costumam buscar na internet variados conteúdos como imagens, áudios, textos, dentre outros para complementar seus trabalhos escolares. Seja para produzir uma apresentação em slides, uma redação ou mesmo um audiovisual, a conduta sempre envolve o “copiar e colar” a partir do que encontram on-line. Será que é possível simplesmente usar tudo o que está disponível na internet de forma gratuita? E qual a diferença entre grátis e aberto?

Logo EducaDigital Nic.br Catedra Unesco